fbpx

Macrodactília: a podopediatria pode atuar na prevenção da deformidade

A Macrodactília é uma malformação caracterizada pelo desenvolvimento anormal de um ou mais dedos causados pelo alargamento dos tecidos moles e irregularidades nas estruturas ósseas das mãos ou pés, ou ainda por todo o membro, ela também é conhecida como gigantismo digital. Essa condição é bem rara e pode acontecer como um caso isolado ou estar associada a algumas síndromes.

A deformidade pode ter dois comportamentos: o estático e o progressivo. O quadro estático é congênito, ou seja, se manifesta desde o nascimento e apresenta crescimento digital proporcional aos demais dedos.

Já o quadro progressivo, pode não se manifestar no momento do nascimento, mas gradativamente, no decorrer da infância. Nesse caso o crescimento do dedo é maior que os demais e pode levar também, com o passar do tempo, ao desvio angular. 

A origem da doença ainda é desconhecida, ela vem acompanhada, na maioria dos casos, por outras anomalias como neurofibromatose, por exemplo.

O gigantismo digital não é transmitido geneticamente e é raro que atinja todos os dedos de uma mão ou pé. 

A macrodactilia é um problema visivelmente identificável, por conter características aparentes como o crescimento desproporcional (tanto grande quanto pequeno) dos dedos das mãos ou pés ou alterações degenerativas que interferem diretamente na funcionalidade das mãos, causando limitação ao portador.

Alguns sintomas associados à malformação são: rigidez articular; ulceração na ponta dos dedos; dedo no gatilho (dedo travado); dores; manchas na pele; tumor fibromatoso na pele; desvio angular dos dedos; e parestesia. A presença de sardas nas axilas também pode ajudar no diagnóstico.

É fundamental que ao menor sinal da manifestação de algum sintoma, o médico ortopedista seja consultado para identificar o problema e acompanhar os procedimentos posteriores. Para o devido diagnóstico ele se utilizará de exame físico e de imagem.

A única forma de amenizar as dores, corrigir deformidades, e devolver a funcionalidade dos dedos é através da cirurgia. O médico ortopedista analisará cada caso de acordo com a evolução do paciente, identificando o melhor processo ao qual ele deverá ser submetido. 

Por ser uma anomalia congênita rara, a macrodactilia pode também ter impacto direto no psicológico e em algumas atividades funcionais do portador que podem acompanhar o indivíduo por toda a vida.

A podopediatria é uma área voltada para a podologia infantil, no âmbito do qual o profissional poderá auxiliar no tratamento e diagnóstico da saúde dos pés das crianças de faixa etária entre 0 e 12 anos. Esse tipo de cuidado é de suma importância, uma vez que alterações congênitas podem ser detectadas logo no início, facilitando o tratamento e a recuperação do paciente. Os primeiros sinais já são possíveis de se observar antes dos três anos de idade, levando a uma percepção das deformidades causadas por herança genética, a serem estudadas de uma forma mais detalhada no decorrer deste material. O profissional da podologia, nesse contexto, é fundamental, pois pode auxiliar os demais profissionais na prevenção, manutenção e correção das deformidades. Por esses motivos, o conhecimento da anatomia e das disfunções que acometem as crianças se torna imprescindível para atuar nessa área com segurança e efetividade.

Conheça já os nossos tratamentos e agende a sua consulta!

É a sua primeira vez com a gente? Temos 15% de Desconto no seu primeiro tratamento!Acesse aqui: https://ayak.com.br/#aclinica

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Ricardo Luiz

Ricardo Luiz

Administrador

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

 Ver tudo